bloco do player

Subscribe Us

Guarda Municipal do Rio joga spray de pimenta e bombas de gás para dispersar bloqueio ilegal.

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro usou a força para dispersar, na manhã desta terça-feira (1º), um bloqueio ilegal de bolsonaristas na Zona Oeste.

 Agentes jogaram gás de pimenta e bombas de efeito moral para desobstruir a Avenida das Américas, no acesso ao Túnel da Grota Funda, no Recreio dos Bandeirantes. Pelo segundo dia, apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) estão fechando vias na capital e no interior.

A ação da GM foi elogiada pelo prefeito Eduardo Paes (PSD), que compartilhou um vídeo do incidente. “Aqui tem respeito às leis! Baderna não vai ser tolerada! Parabéns, Guarda Municipal”, escreveu.

Em uma agenda nesta terça, depois do incidente, Paes comentou a ação da guarda.

“Direito de manifestar sua opinião política, a sua alegria ou a sua tristeza por uma vitória ou por uma derrota está garantido, todos nós podemos fazer isso. O que não dá para fazer é parar a cidade para protestar contra nada”, disse.

“Não vamos prejudicar trabalhadores. A gente sabe que não é um movimento político, é politicagem, são delinquentes”, afirmou.

“A gente ter o direito de ir e vir cerceado em nome da ‘liberdade’, em nome de ‘defesa de liberdade’, é de um autoritarismo assustador. Aqui no Rio de Janeiro não vai acontecer.”

Castro aciona PM

Também nesta terça, o governador Cláudio Castro (PL) afirmou que deu ordem para que o Batalhão de Choque da Polícia Militar desobstrua as estradas do estado, em apoio à Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A determinação do governador Cláudio Castro para o Batalhão de Choque veio instantes depois de o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), reforçar nesta terça (1º) que as polícias militares dos estados podem desobstruir inclusive as estradas federais bloqueadas no país e identificar, multar e prender os responsáveis pelos atos.

Na segunda (31), Moraes tinha ordenado que a PRF e as polícias militares dos estados tomassem ações imediatas para desobstrução de vias ocupadas ilegalmente. Moraes atendeu a pedidos da Confederação Nacional dos Transportes e do vice-procurador-geral eleitoral.

A decisão de Moraes foi acompanhada, em uma sessão virtual do STF, pela maioria dos ministros da Corte na madrugada desta terça.

Segundo dia de protestos no RJ

No Rio de Janeiro, bolsonaristas ocuparam, pelo segundo dia, pontos de pelo menos oito vias ao longo desta terça, alternando entre interdições totais ou parciais. O Trevo de Manilha, na Região Metropolitana, era um dos locais com maior retenção: manifestantes atearam fogo a pneus e impediam a passagem de veículos tanto na Rio-Magé quanto na Niterói-Manilha. 

Redação: Radio e Jornal A Voz do Povo.

sua força online.
Curtam a nossa página no facebook.
Sigam nosso canal no You Tube

Direção: Jornalista Marcio Carvalho.

   

Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em destaque

Polícia prende dois homens com celulares roubados em Belford Roxo.